• ACUSADO DE ESTUPRAR MENINA É ESPANCADO E PRESO EM AVARÉ

    Casos de polícia

    Casos de polícia

    3843 Jornal A Bigorna 04/01/2021 22:30:00

    O homem acusado de estuprar uma menina de 9 anos em uma residência no Jardim Paraíso foi preso na tarde desta segunda-feira, dia 04 de janeiro, em Avaré.

    Segundo informações obtidas pelo jornal A Voz do Vale, a Polícia Militar foi acionada após o homem ser agredido por populares. Ao chegar a residência, os PMs encontraram o homem no chão com ferimentos pelo corpo. Muitas pessoas estavam na frente da casa.

    O acusado pelo estupro de vulnerável, identificado como R.A.P., de 47 anos, foi encaminhado pelo SAMU ao Pronto-Socorro Municipal. Além de vários hematomas, ele teve o braço quebrado. Ele está na carceragem do Plantão Policial, mas deverá ser internado na Santa Casa onde passará por uma cirurgia.

    Ao verificarem o sistema, os policiais militares verificaram que havia um mandado de prisão expedido pela Justiça de Avaré por estupro de vulnerável.

    Ainda segundo informações, os autores das agressões não foram identificados. O homem passará por exames no Instituto Médico Legal (IML).

    Após receber alta hospitalar, ele será encaminhado a Unidade Transitória de Pirajú, ficando à disposição da justiça.

    Entenda – O homem de 47 anos é acusado de ter estuprado duas meninas, sendo uma de 9 anos, no Jardim Paraíso, em Avaré. Familiares denunciaram o caso no domingo, dia 3 de janeiro, após encontrarem vídeos íntimos da menina no celular dela e que foram encaminhados para o acusado.

    Segundo informações obtidas com exclusividade pelo A Voz do Vale, duas vizinhas compareceram ao Plantão da Polícia Civil informando que suas filhas residem na frente da casa do acusado que, aliás, tomava conta das crianças. Elas relataram que ele agradava as meninas com doces.

    Uma das mães revelou que descobriu o caso depois que a outra filha, de 12 anos, flagrou vídeos íntimos na lixeira do celular da irmã, na qual ela chega a falar o nome do homem, dizendo que estava sozinha em casa. Há registros ainda de telefonemas que ele fez de madrugada para a menina.

    Uma testemunha relatou que o homem teria confessado que abusou da criança. Após confirmar o caso, ele teria fugido com um amigo que residia com ele. Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que eles deixaram a casa que residiam. A testemunha revelou ainda que o homem também abusava de outra criança no bairro.

    A mãe de uma das crianças disse que a filha confessou que trocava mensagens com o acusado e que ele pedia que ela abaixasse a calcinha, filmasse as partes íntimas e enviasse para ele.

    O homem teria pedido para as meninas irem até a casa dele e deitassem com ele na cama, para que elas beijassem a boca dele. A menina teria revelado também, que o homem fazia chamadas de vídeo completamente sem roupas e que fazia os mesmos atos com outra menina. A criança disse também que o acusado pedia para que elas excluíssem os vídeos.

    A mãe de uma delas relata que a filha teria reclamado de dores nas partes íntimas e que havia gotas de sangue na calcinha.

    O telefone celular da menina foi apreendido e passará por perícia, sendo que a mãe autorizou a polícia ter acesso aos vídeos do aparelho. O caso está sendo investigado como estupro de vulnerável.

    OUTRAS NOTÍCIAS

    veja também