Para Marialva diz que está na hora de o prefeito deixar de fazer “molequice”

A Bigorna 06/07/2020 21:00:00 1474 visualizações
# legenda: Política

Na noite desta segunda-feira, 06, a vereadora Marialva Biazon fez críticas as últimas atitudes do prefeito do PTB, Jô Silvestre.

Segundo Marialva a ação em que Jô Silvestre ingressou na Instância de Avaré foi um erro grosseiro. “Tem que haver um trabalho técnico e extremamente difícil, observado critérios técnicos, e não levar diretamente ao Judiciário. O próprio Judiciário respondeu que não tem condições técnicas para julgar o mérito”.

A vereadora também destacou: “Não quero omitir opinião que não seja técnica, que a este governo e gestão. Quando vejo um prefeito levar ao Judiciário e não levar o problema diretamente ao governador mostra que ele não tem condições alguma”.

A parlamentar destacou que Jô Silvestre enganou os comerciantes ao explorar que ingressou na Justiça para que o comércio pudesse ser reaberto.

“Como prefeito, chamo os comerciantes e digo que estou entrando na Justiça para ajudar. Sabemos que o Judiciário está assoberbado de processos e que isso demora mais de 9 dias. O governador representa o estado, mas não é o estado. Se o município,  requerente (quem solicita) é Avaré, e o requerido (quem é acionado na justiça) o estado é lógico que o caminho é levar junto ao TJ/SP”.-frisou a vereadora.

Marialva ainda destacou em sua Palavra Livre que o prefeito não agiu: “É um erro primário que nem aluno de direito erra deste modo. Erro grosseiro, e pode-se dizer que houve má-fé por parte do governo para enganar os comerciantes nesta ação para reabrir o comércio”.

A vereadora citou que o prefeito ao não ‘provocar’ o governador Joao Dória,  fica bem com os comerciantes e não ‘enfrenta João Dória’: “ É um golpe de mestre que o governo fez, já que grande parte dos comerciantes sabe que o prefeito fez uma jogada com o governador e ficaria bem com os comerciantes e, pior não ingressou com recurso contra a decisão de 1ª Instância.”

Já a situação passada junto com o grupo evangélico também foi destaque para a vereadora. “O que ele fez com as igrejas evangélicas ao falar um monte de inverdades, e depois dizer que não falou nada sobre reabertura das igrejas, não se faz.”

Na reunião, segundo a vereadora, haviam muitas pessoas que ouviram o secretário Ronaldo Guardiano dizer que os pastores poderiam fazer os cultos , mas se houvesse algo, não dissessem que o prefeito sabia do assunto. “Tentou passar um 172 nos evangélicos. Tá na hora de crescer prefeito e parar de fazer molequice e enganar o povo evangélico.”- frisou a vereadora.

 

 

 

 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@jornalabigornaavare.com.br