“Ninguém vai votar em partido”, diz Alckmin sobre eleição de 2018

A Bigorna 06/12/2017 18:41:00 138 visualizações
# legenda: Governador de SP

O governador Geraldo Alckmin (PSDB), pré-candidato à Presidência da República, disse nesta segunda-feira, no evento Amarelas ao Vivo, que não tem preocupação com a crise de credibilidade envolvendo os partidos políticos, entre eles PT e PSDB,  os dois protagonistas das quatro últimas eleições presidenciais.

 “Ninguém vai votar em partidos, que estão fragilizados, desgastados. Os eleitores vão votar em pessoas”, afirmou. Para ele, o sistema partidário está em crise no mundo todo e citou recentes eleições na Alemanha e na Espanha, onde houve dificuldade para o eleito formar maioria parlamentar;

Ele, no entanto, defendeu que haja uma reforma política, que contemple principalmente a redução de partidos, porque o sistema brasileiro está ultrapassado. “Não há um modelo político mais falido do que o do Brasil”, disse.

Ele também desdenhou dos baixos índices que tem obtido nas últimas sondagens presidenciais – em torno de 5%, dependendo do cenário. “Pesquisa feita um ano antes da eleição mostra o passado. Os argumentos de cada candidato começam a aparecer na eleição. Essa campanha vai ser a da verdade.”

Ele afirmou, ainda, que é um candidato muito mais maduro do que o que perdeu a eleição para Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 2006. “As coisas mudaram. O PT é um partido em frangalhos. O Lula era um mito e, agora, o mito, junto com Dilma, deixou 14 milhões de desempregados.”(DaVeja)

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br