AVARÉ: COSTA AZUL É CONTRA A ALTERAÇÃO DE ZONEAMENTO DO BAIRRO

A Bigorna 10/08/2017 16:16:00 181 visualizações
# legenda: COSTA AZUL DE AVARÉ

Por Carlos Cam - Os moradores do Balneário Costa Azul, pelo menos aqueles mais "antenados", estão chiando que é uma barbaridade contra a administração Jô Silvestre.

Tudo porque o Conselho Municipal do Plano Diretor (leia-se ex-Secretários Municipais Paulo Ciccone e João Dalcim), fizeram publicar no Semanário Oficial do Município a CONVOCAÇÃO DA AUDIÊNCIA PÚBLICA propondo a Alteração do Zoneamento do Bairro.

A mensagem também foi enviada para inclusão no Facebook.com Balneário Costa Azul - Avaré, gerando indignação, que está dando início às devidas manifestações, conforme esta, cujo texto publico abaixo:

Prezado Administrador:

Estou visualizando sua publicação no Facebook Balneário Costa Azul-Avaré anunciando a Audiência Pública prevista para o próximo dia 18, no Salão Paroquial do bairro, que alguns Conselheiros do Plano Diretor querem nos impor.

Folheando o Semanário Oficial deste sábado (n° 829), leio na coluna "INEDITORIAIS(pág. 4), a Minuta do EDITAL, não deixando de ficar mais surpreso ainda. E assim, entre tantos, os questionamentos são:

 - Por que, ela, Minuta, não foi publicada junto com a CONVOCAÇÃO, dias atrás?;

- Onde ficam localizados os territórios dos loteamentos integrantes da ZUD 3, que querem instituir e quem são os titulares daqueles empreendimentos;

- Quem são os proprietários requerentes, eventualmente favorecidos pela classificação (reclassificação) anunciada?

MAS VAMOS AOS FATOS:

Tal convocação, ao que tudo indica, partiu dos ex-Secretários Municipais Paulo Ciccone e João Dalcim, e, no momento, pode ser considerada uma pretensão absurda, extemporânea, fora do contexto (para não falar outra outra coisa), pois, claramente, esconde interesses diversos.

Precisamos nos manifestar e deixar claro que o Costa Azul, agora, não quer alteração na ZUD - Zona de Urbanização Dirigida e que, apesar de não ter sido contemplada totalmente, do modo como solicitou a ADERJ- Associação Defensores da Represa de Jurumirim na reunião de 12/4/2012 (pois fomos voto vencido), a verdade é que nosso bairro até que aceitou, e bem, as determinações, principalmente o artigo 77 da Lei N°213 que tratou da Revisão do Plano Diretor da Estância Turística de Avaré. E que fiquem assim! Pelo menos por enquanto.

"Por que não tiram proveito, profissionalmente falando, somente daquilo que a Lei lhes faculta?", é a pergunta que resta.

"Nada de mudanças que os favoreçam particularmente!" Devemos bradar!

Tudo em nome do Meio-Ambiente e preservação do "PANEMÃO".

A história ensina que novos empreendimentos às margens da Represa de Jurumirim, fora dos parâmetros traçados, quase sempre apontam para a condenável poluição.

Até parece que os Conselheiros (um é engenheiro; outro é arquiteto) assumiram algum compromisso que não podiam (nem tinham autoridade para tanto) e agora não sabem o que fazer!

E isso se arrasta desde novembro de 2016, mais precisamente no início daquele mês, quando então o Secretário Ciccone insistiu para que eu convocasse os moradores com vistas a uma reunião, possivelmente de "cartas marcadas", parecida com esta que se apresenta, como agora certas pessoas insistem em reeditar.

Claro que fui energicamente contrário!

OBS:- Já estamos protocolando ofício junto ao Conselho do Plano Diretor solicitando cópias de algumas atas que não publicaram, visando chegar ao "cerne da questão".

Voltaremos ao assunto!

Carlos Cam 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br