Recinto da EMAPA de Avaré aponta “déficit”, prefeitura alega inúmeros eventos

A Bigorna 11/08/2017 09:02:00 664 visualizações
# legenda: EMAPA - Avaré

Os avareenses e contribuintes que pagam impostos em Avaré estão sustentando um suposto ‘elefante-branco’, ou seja, o dinheiro público vem sendo usado para pagar inúmeras contas do Recinto Fernando Cruz Pimentel.

Em demonstrativo oficial da prefeitura, até o mês de maio do atual governo, o cidadão avareense pagou mais de 240 mil reais só para que o Recinto funcionasse.

Conhecida popularmente como EMAPA, teve despesas de 292.608,99 mil reais de janeiro até o mês de maio. Contudo, como receita obteve apenas 48.612,07 mil reais, o que gerou um déficit aos cofres públicos de 243.999,92 mil reais em apenas 5 meses.

Dois gastos chamam a atenção pelo alto valor demonstrado. O pagamento de funcionários, cerca de 93.723,56 mil reais (não especifica quantos funcionários trabalham no local) e o gasto com água, luz e telefone, em que a prefeitura pagou 164.433,05 mil reais.(Veja resposta da prefeitura abaixo)

Prefeitura – Por meio de Nota, a prefeitura de Avaré informou que as despesas vinculadas ao parque de exposições estão justificadas nos próprios empenhos disponíveis no Portal da Transparência.

Além de custeio de pessoal e material de manutenção, os custos com energia elétrica compõe a maioria dos gastos com o local. Lembrando que este ano 2 eventos da ABQM foram realizados no parque.

Por força contratual, alega a prefeitura de Avaré, as despesas com a energia elétrica são de responsabilidade da Prefeitura.

 

 

 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br